Indiferença

 
Eu te agradeço,
Por me ter ensinado a não ser mesquinho,
Por me ter mostrado como é ruim afastar-se de quem nos ama.
Mesmo que para isso tenha sido necessário que você fosse o exemplo
De tudo o que eu não deveria ser.
 
Sou grato,
Pois você me provou que o belo não é sempre o certo,
Que o certo não é sempre o óbvio,
E que o óbvio pode se tornar bem contraditório.
 
Você me fez entender
Que não devemos montar armadilhas,
Pois eventualmente seremos vitimas de nós mesmos.
Também me fez ver que o conceito de perfeição é individual
E, entretanto, não há nada perfeito em ser o único a ter determinado conceito.
 
Você me apresentou o mundo como é,
Me fez perceber que ele sempre tentará me calar,
E me convencer de que não sou o bastante.
Esclareceu que alguém sempre utilizará argumentos válidos
Para desenvolver uma explicação racional
Que justifique seu próprio egoísmo e vaidade.
E me preparou para que nesses casos
Eu não anulasse meus princípios e minha personalidade.
Você me fez um guerreiro!
 
Você desenvolveu em mim o hábito de questionar,
De brigar pelo que é justo,
De não ser apenas mais um!
E foi isso que me deu a capacidade de questionar você,
E de ser aquele, diferentemente dos outros,
Que luta contra as injustiças que você criou!
 
Portanto, sempre lembrarei o que aprendi contigo,
Mas de você esquecerei assim que for possível, 
Pois você também me ensinou a só guardar o que for bom!

Por: Gabo.

Anúncios

~ por GabMarks em 19 de março de 2012.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: